3.9.06

Cartoon da semana




Cartoons de Cathy Thorne, tirados daqui
(clica na imagem para aumentá-la)

5 comentários:

JPT disse...

Discordo do objectivo destes cartazes. Parece-me um elogio ao desmazelo físico. Não vejo qualquer problema num homem ou numa mulher cuidarem da imagem pessoal, incluindo a boa forma física. Tal é saudável porque melhora a nossa auto-estima no momento em que nos olhamos ao espelho. E uma mulher que cuide da imagem não é necessariamente uma loira burra.
Eu tenho consciência dos estereótipos físicos a que todos, homens e mulheres, estamos sujeitos. Mas tal é inevitável, todos somos bombardeados diariamente com estereótipos sociais de todos os níveis. A reacção não pode ser deixar de lavar os dentes e de tomar banho (para dar um exemplo extremo), dado que nos tornariamos anti-sociais

João Paulo Telo

Dinosáuria disse...

Acho lindo podermos rir um pouco dos padrões impossíveis que nos querem impingir. Claro que nos devemos cuidar, principalmente para a nossa própria auto-estima. Mas daí a queremos parecer capa de revista (retocada em computador) ou entrar em privação alimentar (doença, anorexia, mortal)vai uma grande distância. Vamo-nos contentar com a realidade saudável e o principal prazer do nosso corpo deve ser o que nos dá a nós mesmas.

jpt disse...

OK, dinosáuria, mas n faz mal nenhum ter uma dieta equilibrada (pra sempre) pra perder uns quilinhos. Agonio-me um bocado quando vejo e ouço o argumento "n faz mal ser gordo". Faz mal, faz... ao físico e à cabeça.

Vanessa disse...

hahaha! Estes cartoons estão tão engraçados; gosto principalmente dos desenhos, numa óptica mais subjectiva/de desenhista. Quanto a contextos/simbólos, o meu favorito é o último até porque existe uma clara identificação com os pensamentos que me ocorrem por vezes, nas horas que antecedem momentos de marcar presença entre a civilização.

Tenho andado ligeiramente ausente, Colectivo, mas quando posso visito a vossa página. Mantenho-me atenta. Um beijo. Dois ou vários,

Vanessa Sousa Dias

Anabela Rocha disse...

Lol, lol, muito bons.
A alguns ingénuos comentadores sugiro que comparem as exigências corporais e de apresentação feitas às mulheres com as feitas aos homens - talvez assim percebessem a pertinência destes cartoons.
E, já agora, tivessem também uma ideia de quanto do tempo das mulheres deve ser dedicado a estas exigências, muitas vezes laborais, sem que seja tempo pago.