16.5.06

Candidatos ao Prémio de Publicidade Mais Sexista do Ano: afinal, os homens também podem lavar roupa...

No novo anúncio de televisão dos detergentes Woolite, uma elegante mulher louva os encantos deste revolucionário produto de limpeza, que aparentemente lhe está a mudar a vida e também a forma de divisão das tarefas domésticas no agregado familiar... "Agora, já posso deixar o meu marido lavar a roupa! Já não preciso de ter medo que ele misture as roupas e assim ele já me pode ajudar!" (citado de memória, portanto as palavras podem não ser exactamente estas)

Que bom! - um detergente "à prova de homem", que consegue ultrapassar a sua "natural" incapacidade de aprender a pôr roupa a lavar. Não há dúvida de que a Natureza tem muito sentido de humor: tornou os homens mais aptos do que as mulheres para ser Presidentes, Primeiros-Ministros, gestores, patrões, ou seja, para assumir os mais elevados cargos de tomada de decisão (ou pelos menos é o que se costuma dizer por aí), mas, coitadinhos, não os equipou com a capacidade de separar as roupas na lavagem (ou pelo menos é o que se costuma dizer por aí)!

Mas não se preocupem - Woolite chegou para resolver o problema e agora os homens já vão poder "ajudar" as mulheres com as tarefas domésticas! Obrigada Woolite!

5 comentários:

Ani disse...

Viva!!!Viva o vosso blog!!

Pormenores que fazem toda a diferença: Ontem, ao comprar cigarros num quiosque no centro de lisboa, vi uma coisa que me irritou terrivelmente, uma revista pequena da categoria das "marias" e afins, trazia na capa a fotografia de uma mulher, uma actriz, parece-me, que teria inadvertidamente deixado antever uma mama e seu respectivo mamilo pelo decote entreaberto da camisa. Pois a revista tinha ampliado em caixa o pormenor do mamilo escondido numa camisa perfeitamente comum debaixo de um casaco perfeitamente comum, e a parangona era qualquer coisa como "a não-sei-quantas descuidou-se, e nós vimos tudo!" POis passei o resto do dia a pensar nisto, a pensar como é ridículo, como é uma falta de respeito, e agora insisto nisto, o que me chateou não foi só ser uma falta de respeito para com a pessoa em causa, mas para com todas as mulheres. Porque continuam a explorar a imagem feminina como uma imagem objecto, porque o facto de considerarem uma coisa destas notícia, demonstra a que a vontade de reduzir a identidade sexual da mulher a montra de exposição passiva, permanece. É perpetuar um estereótipo que pelo menos a mim me ofende profundamente.
Obviamente, o feminismo não está a passar por ali.

Colectivo Feminista disse...

anani, muito obrigad@ pelo teu apoio!

Podemos garantir-te que não és a única pessoa a quem o estereótipo da "mulher objecto" e "mulher montra de exposição passiva" ofende profundamente! Nós também não o suportamos!

Esperamos que continues a passar aqui pelo nosso blog... Até breve!

sapatilhas disse...

Nem quero pensar em como será a casa de dois gays, dEUS me livre! Deve ser cada um a dar ordens ao outro e a casa numa barafunda.

Ainda bem que sou lésbica, assim lá em casa já tenho quem me ajude nas tarefas domésticas. O Woolite aqui não é preciso!

[ /ironia]

Manel disse...

Belo blog! Necessário e belo blog. Já estão nos meus linques. :)

Tenho uma sugestão para esta lista: o anúncio de um automóvel [perdoem, não me recordo qual] que diz que era bom que tudo pudesse ser experimentado primeiro. Mostra uma jovem esposa docilmente ao colo do marido que vai devovlvê-la aos pais porque afinal ela não é mulher para ele. Se calhar não lhe lavava as cuecas, digo eu...

Barriguita disse...

Bem-vinda, Manel!
A CIDM - Comisão para a Iguladade dos Direitos das Mulheres já apresentou queixa sobre esse anúncio. É da opel. Mas estamos com umas ideias em mente... Mais notícias em breve.